Um kit básico traz uma fita de nylon ou poliéster de 15 metros de comprimento por 50 milímetros de largura e catracas ou mosquetões, para prendê-la em árvores ou postes. Dependendo da modalidade, há alterações no comprimento e largura. Antes de comprar todos os acessórios relacionados ao esporte, melhor acompanhar outros praticantes por um tempo, observá-los de perto e arriscar uns passos na fita. Depois, é chegada a hora de escolher um kit para iniciantes. Mas a sua escolha será baseada em quê?

Escolha uma modalidade ou comece pelo mais básico

Apesar de iniciante nas fitas, você pode ser um exímio escalador de montanhas ou é dessas pessoas que gosta de começar com a adrenalina à toda. Assim, poderá escolher entre cinco modalidades que transformam a prática. Em cada uma delas há variações. Por exemplo, além da slackline, que quer dizer “fita folgada”, há praticantes de:

  • trickline (trick é brincadeira, ou seja, é a prática das acrobacias);
  • longline, como o nome já diz, uma fita mais longa que traz mais balanço aos movimentos;
  • highline, a prática nas alturas;
  • waterline, em cima da água.

Em algumas fitas se pode praticar até yoga, com os chamados Slackasana.

Decida quanto tempo você dedicará a esta prática

Para escolher seu primeiro kit é fundamental que saiba o quanto você irá investir do seu tempo na prática deste esporte. Se é só para brincar aos fins de semana, um kit mais básico com fita nacional, que tem um trançado de fios diferenciado e menos elástico, pode ser a solução. Se você quer chegar às acrobacias e trabalhar o condicionamento físico mais rápido, melhor pensar em kits mais elaborados, com fitas importadas que têm mais elasticidade (e são mais caras).

Escolha um kit baseando-se na segurança

Não comece uma prática improvisando. Amarrar uma fita entre duas árvores e tentar praticar Slackline não é a melhor solução para economizar. Ainda que você não ache que vá utilizá-lo com muita frequência, a sua segurança e a de seus amigos e familiares vem primeiro. Um kit é bom porque tem todos os componentes necessários, é fácil de montar e a catraca é fundamental para o ajuste da tensão da corda. Quanto mais tensionada, mais sólida ela é para quem está começando.

Além desses pontos, não se pode esquecer os benefícios do Slackline. Além de ser uma brincadeira gostosa, o esporte traz força, resistência, coordenação, equilíbrio, concentração mental e melhora a postura. É ideal que se comece em parques ou na praia, onde a areia e o gramado amortecem a queda. Se estiver no quintal de casa, coloque colchões no chão. As árvores devem ser protegidas com um tecido próprio (ou, na falta dele, tapetes, carpetes ou pedaços de papelão) para que a fita não escorregue, danificando as camadas do tronco ou trazendo perigo ao praticante. Depois, pratique descalço e sinta a fita tocar a planta dos seus pés, o que lhe garantirá mais segurança na travessia.

Agora que você sabe tudo o que deve ser observado antes da prática do Slackline, vá atrás e adquira seu primeiro kit, clicando aqui. Depois, venha contar como está se saindo nessa nova modalidade. Com certeza você terá horas e horas de diversão com seus amigos e família praticando um esporte sem perceber!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: