Os esportes fazem parte da vida daqueles que desejam manter o equilíbrio físico e mental, visando uma rotina mais saudável e adequada. Apesar de existirem muitas categorias tradicionais, as atividades de aventuras vêm agradando muitos esportistas profissionais e amadores. Sendo assim, é comum existirem diversas espécies que atendem às necessidades e objetivos individuais de cada um. Assim, hoje vamos falar um pouco sobre o Trickline, uma modalidade de slackline mais radical.

O que é Trickline?

O Trickline é uma modalidade que exige movimentos mais extremos de todas as outras do slackline, sendo a única que possui competição, isso consequentemente, faz com que ela se torne muito conhecida mesmo sendo a mais nova criada. O sistema de armação da fita é simples e, geralmente, possui 50 mm com uma catraca que produz tensão. Os movimentos são praticados a partir de 60 cm do chão e as manobras envolvem saltos e equilíbrio extremo.

Por existir torneio, ele contém sua própria federação, WsFed (World Slackline Federation), que promovem campeonatos conforme regras estabelecidas.

A história do Trickline

O slackline surgiu nos meados dos anos 80 nos campos de escalada do Vale de Yosemite, EUA quando os escaladores, ao fazer pausa durante a trajetória, esticavam as cordas na horizontal em pontos fixo para caminhar e se equilibrar. Essa é uma modalidade mais radical, o Trickline foi desenvolvido a partir da evolução da pratica do esporte.

Equipamento necessário

O equipamento básico para a prática é uma fita de 50 mm de largura, para proporcionar impulso, facilitando os movimentos e catracas para prender as pontas da corda em locais fixos. Alguns praticantes costumam utilizar aparelhos como capacete e luvas para manobras mais intensas.

Apesar do material ser básico, existem dois tipos utilizados: o estático e o dinâmico (poliamida, comumente webbing tubula), sendo mais elástica.

Principais manobras do Trickline

O atleta costuma realizar muitos movimentos que deixam o exercício mais divertido e difícil de ser praticado. Dentre os movimentos mais realizados neste esporte estão:

1- Equilíbrio

● Drop Knee: A pessoa se abaixa até que seu joelho fique encostado na fita.

●One Foot Lever: O praticante pega a ponta do pé com a mão contrária, por exemplo, a mão esquerda no pé direto.

2- Saltos

Buttbounce: O atleta bate com o quadril na fita, realizando um salto em que ele voltará a se equilibrar em pé.

Backbounce: É realizado da mesma forma que o Buttbounce, no entanto, utilizando as costas.

Buddahbounce: Semelhante aos dois saltos anteriores, porém, dessa vez, o slacker (nome dado ao esportista) faz a posição de Buddah (postura realizada no budismo).

●Backflip: Um mortal para trás com o objetivo de cair em cima da fita ou sair da mesma.

O slackline é muito praticado e vem conquistando seu lugar no mundo dos esportes, criando muitas categorias com o objetivo de agradar cada atleta, com isso, o trickline veio sendo uma das categorias mais conhecidas e promovidas. Se você é praticante e gosta de falar sobre este assunto, então deixe seu comentário no post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: