Os esportes são uma ótima forma de reunir os amigos e se divertir. Uma prática esportiva que tem se popularizado muito é o slackline, que tem cinco modalidades: trickline, highline, waterline, freesolo e longline. Cada modalidade é diferente da outra e você pode entender sobre as características de cada uma e escolher a que mais lhe agradar.

O post de hoje é sobre o longline, uma das modalidades mais populares, principalmente entre os slackliners que desejam desafios maiores. Se esse é o seu caso, conheça agora mesmo 3 dicas que podem te ajudar a começar a praticá-la!

Entenda como funciona o longline

O longline foi uma das primeiras vertentes desenvolvidas. Quando os slackliners (praticantes do slackline) estavam dominando a prática em linhas mais curtas, começaram a estender a distância, para aumentar a dificuldade. Uma das principais diferenças do longline é a espessura e comprimento, que tem em média 25 mm e pode, ou não, ser tubular.

Com relação às medidas, ela costuma ter cerca de 30 metros de comprimento, para proporcionar um balanço maior, que é o que os praticantes dessa modalidade procuram. No longline não há competição entre os praticantes, pois o intuito é que cada um bata os próprios limites. Portanto, quanto mais você se desafiar e alcançar suas metas, mais interessante fica!

Mantenha a concentração

Como a distância entre os pontos de ancoragem é maior e a instabilidade também, significa que você precisará de mais força corporal para manter o equilíbrio. Mas há uma característica que facilita no longline, que é o fato da fita não se mexer tão facilmente com fatores externos como o vento. Ainda assim é necessário que, se você for praticar o longline, tenha muita concentração, força, flexibilidade, agilidade, além de coordenação motora.

Faça movimentos calculados

Existem algumas dicas que podem ser usadas para conseguir ter sucesso mais facilmente já no começo. Primeiro, é necessário que os pés estejam alinhados com a fita para ter um bom apoio, o que também proporcionará maior percepção de apoio e distribuição de peso. Quando for recuperar o equilíbrio, estenda os braços como se carregasse uma grande bola acima da cabeça.

Lembre-se de estar com a postura reta e com o olhar fixo na fita, desse modo ocorrerá um tipo de interação entre as ações neurais e musculares, o que facilita para que você consiga alcançar uma distância maior. Depois disso, a prática constante pode fazer você aperfeiçoar seus movimentos e conseguir mais resultados.

Compre e use o equipamento de maneira correta

O momento da compra do equipamento é muito importante, pois a segurança é um fator primordial. Vale lembrar, que todo o kit de longline deve ser resistente, não apenas a fita. O kit geralmente vem com a fita, abraçadeiras, mosquetes, line lock e protetores de árvores. Depois de comprado um equipamento seguro, também é preciso usá-lo adequadamente.

As fitas tubulares devem ser ancoradas com sistemas de mosquetões, o que pode requerer alguns conhecimentos de escalada industrial. No entanto, isso não é um problema, já que pode ser resolvido com uma rápida pesquisa na internet ou mesmo ao conversar com pessoas mais experientes, que podem lhe ajudar nesta etapa.

Já se sente preparado para praticar o longline? Para saber mais sobre o que você precisará para realizar a compra do material para praticar esta modalidade, acesse esse post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: